Formalização da Rede Brasileira de Renda Básica

Por Fernando Freitas

Nova diretoria da RBRB no dia 26 de abril de 2019.

O Vereador de São Paulo Eduardo Suplicy, Senador por 24 anos, dando continuidade ao seu trabalho, apresentou a nova geração que vai defender a Renda Básica no Brasil. Em 26 de abril de 2019, criou a Rede Brasileira de Renda Básica (RBRB), vinculada a BIEN (Rede Mundial de Renda Básica) com o objetivo de disseminar a ideia da Distribuição de Renda no Brasil e incentivar os órgãos de governo e a iniciativa privada a seguir o caminho para a implantação. Nesta ocasião foi eleito Presidente de Honra da RBRB. O primeiro encontro antes da formalização ocorreu em 2010, quando o 13º Congresso da BIEN foi organizado em São Paulo, Brasil. Na época, os membros do BIEN foram recebidos pelo presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

O interesse pela renda básica tem aumentado no Brasil e no mundo e, portanto, foi tomada uma decisão para formalizar a Rede Brasileira de Renda Básica, afiliada brasileira do BIEN. Isso foi feito em uma assembleia em abril, na qual foram examinados seu novo estatuto (leia clicando http://rendabasica.com.br/estatuto-da-associacao-rede-brasileira-de-renda-basica-rbrb/) e objetivos e seus membros eleitos. Também foram formados grupos de estudo, a fim de encontrar formas de instituir a Renda Básica do Cidadão (no Brasil), conforme expressa na Lei 10.835 / 2004, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo Presidente Lula em 8 de janeiro de 2004.

Foi eleita na assembleia a primeira diretoria da RBRB:

Presidente de Honra: Eduardo Suplicy
Presidente: Leandro Ferreira
Vice-presidente: Tatiana Roque
Secretária Geral: Bruna Carnelossi
Tesoureira: Marilia Gabriela Silva
Coordenador Científico: Fábio Waltenberg
Relações Internacionais e Institucionais: Paola Loureiro Carvalho
Diretor de Comunicação: Marcelo Lessa
Conselho Fiscal: Aldaiza Sposati, Américo Sampaio e Fernando Freitas

O evento de abril foi realizado na Câmara Municipal de São Paulo, no Auditório Sérgio Vieira de Melo, das 14 às 18h30. Relacionados ao evento, foram realizados outros dois eventos de palestras na cidade. Na quinta-feira, 25 de abril, na Universidade Católica de São Paulo, Jurgen De Wispelaere falou sobre “Experiências de renda básica em diferentes lugares do mundo” e na sexta-feira, dia 26, na livraria Tapera Taperá, Lena Lavinas apresentou uma palestra intitulada “Renda Básica de Cidadania: uma política social para o XXI? ”.


Encontro entre Eduardo Suplicy e Jurgen De Wispelaere no dia 25 de abril de 2019.


Programação da formalização da Rede Brasileira de Renda Básica.

2 thoughts on “Formalização da Rede Brasileira de Renda Básica

  1. Avatar
    Flávia Calazans Ribeiro says:

    Eu sou a favor desta lei no Brasil sou diarita eu não sei quando retorno ao meu trabalho é a única fonte de sustento pro meus filhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *